sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Sentada num banco de Jardim

Estava uma rapariga sentada num banco de jardim onde tinha passado os seus dias com o namorado. num desses dias deu por ela a olhar para o horizonte e a lembrar-se de tudo o que se tinha passado naquele mesmo banco entre eles e quando "acordou" olhou em toda a sua volta e estava lá um casal de namorados e pôs-se a olhar para eles e reparou na sua felicidade.
Depois foi-se embora.
Passado uns dias voltou e quando se dirigia para o banco... encontrou lá uma pessoa, estava de costas e não consegui-o ver quem era mas quando se virou reparou que era ele, o seu ex-namorado, estava lá sentado de certo a relembrar também os seus momentos com ela e não esparava encontrá-la ali e quando a viu ficou atrapalhado sem saber o que fazer ou o que qdizer, foi então que ela disse:
- Que estás aqui a fazer? Não te esperava ver aqui, pensei que te tinhas ido embora.
E ele disse:
- Eu ir até fui mas não aguentei as saudades que tinha tuas e voltei sem pensar duas vezes, não pensei nas consequências que daí advinham. E quando regressei a primeira coisa que fiz foi voltar para o nosso banco a relembrar tudo o que passamos, durante dias esperei que aparecesses mas tu nunca mais aparecias e já estava para me ir embora de volta mas aqui estas tu ao pé de mim. Não sabes o quão feliz eu estou por te voltar a ver. Acredita em mim só quero voltar a ter tudo de volta, o teu sorriso lindo, os teus braços encostados no meu peito, as tuas mãos na minhas, tudo... mesmo tudo!
Ela corou com o que ele disse mas com alguma frieza misturada com amor e ternura disse:
- Mas tu podes ter tudo isso de voltas se me pedires desculpa, mas claro, não basta pedires desculpa tens de me voltar a conquistar como se fosse a primeira vez que nos vissemos.
- Claro que o farei, eu só te quero a ti, não quero mais ninguém!
Ele fez-lo como se fosse a primeira vez que se tivessem visto... mas não bastou muito para voltar a tê-la nos seus braços. E quando isso aconteceu voltou tudo a ser melhor, os seus dias, voltou o seu sorriso, tudo voltou.
Nos braços dele ela sentia-se segura, indestrutivel, nada nem ninguém lhes poderia fazer mal, sentia isso e muito mais.
E acreditem ou não parecia um conto de fadas e como todos os contos de fadas "e viveram felizes para sempre" e acreditem, viveram mesmo, com momentos melhores e outros piores com altos e baixos, com mais ou menos discussões mas estavam lá um para o outro,
para o que desse e viesse.
 
 
The End!


Sem comentários:

Enviar um comentário