sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Sentada num banco de Jardim

Estava uma rapariga sentada num banco de jardim onde tinha passado os seus dias com o namorado. num desses dias deu por ela a olhar para o horizonte e a lembrar-se de tudo o que se tinha passado naquele mesmo banco entre eles e quando "acordou" olhou em toda a sua volta e estava lá um casal de namorados e pôs-se a olhar para eles e reparou na sua felicidade.
Depois foi-se embora.
Passado uns dias voltou e quando se dirigia para o banco... encontrou lá uma pessoa, estava de costas e não consegui-o ver quem era mas quando se virou reparou que era ele, o seu ex-namorado, estava lá sentado de certo a relembrar também os seus momentos com ela e não esparava encontrá-la ali e quando a viu ficou atrapalhado sem saber o que fazer ou o que qdizer, foi então que ela disse:
- Que estás aqui a fazer? Não te esperava ver aqui, pensei que te tinhas ido embora.
E ele disse:
- Eu ir até fui mas não aguentei as saudades que tinha tuas e voltei sem pensar duas vezes, não pensei nas consequências que daí advinham. E quando regressei a primeira coisa que fiz foi voltar para o nosso banco a relembrar tudo o que passamos, durante dias esperei que aparecesses mas tu nunca mais aparecias e já estava para me ir embora de volta mas aqui estas tu ao pé de mim. Não sabes o quão feliz eu estou por te voltar a ver. Acredita em mim só quero voltar a ter tudo de volta, o teu sorriso lindo, os teus braços encostados no meu peito, as tuas mãos na minhas, tudo... mesmo tudo!
Ela corou com o que ele disse mas com alguma frieza misturada com amor e ternura disse:
- Mas tu podes ter tudo isso de voltas se me pedires desculpa, mas claro, não basta pedires desculpa tens de me voltar a conquistar como se fosse a primeira vez que nos vissemos.
- Claro que o farei, eu só te quero a ti, não quero mais ninguém!
Ele fez-lo como se fosse a primeira vez que se tivessem visto... mas não bastou muito para voltar a tê-la nos seus braços. E quando isso aconteceu voltou tudo a ser melhor, os seus dias, voltou o seu sorriso, tudo voltou.
Nos braços dele ela sentia-se segura, indestrutivel, nada nem ninguém lhes poderia fazer mal, sentia isso e muito mais.
E acreditem ou não parecia um conto de fadas e como todos os contos de fadas "e viveram felizes para sempre" e acreditem, viveram mesmo, com momentos melhores e outros piores com altos e baixos, com mais ou menos discussões mas estavam lá um para o outro,
para o que desse e viesse.
 
 
The End!


terça-feira, 17 de julho de 2012

Saudades tuas, irmã....

Bem, nem sei por onde começar!! Tudo começou à um ano atrás, apesar de termos andado juntas na outra escola nunca tinhamos falado e à um ano atrás tudo mudou.
Tivemos as nossas discussões, as nossas desavenças, chateamo-nos tantas vezes que nem sei! Mas no final ficou tudo bem, no fim de tudo isto ficamos amigas ou melhor irmãs e não sei como é que te vou agradecer todo o apoio que me deste por mais coisas que tivessem acontecido tu estavas lá sempre a apoiar-me ou a dar-me nas orelhas porque bem merecia! Levavas com o meu mau humor de vez enquando mas depois eu também levava com o teu, por isso estamos quites. Não sei como nem porquê mas tu tornaste-te uma pessoa muito especial para mim, ao fim de dois anos de amizade fiquei a conhecer-te melhor e não sei como vão ser as coisas sem ti, sem tu estares por perto, sem nos fazer rir, com as tuas piadas, quando o que queremos é estar sozinhos sem ninguém a chatearnos!
Vais-te embora e o que eu mais queria era que ficasses comigo para sempre de corpo e alma!
Fizeste-me chorar com aquela carta que escreveste, chorei várias vezes podia não o demonstrar por fora mas a minha tristeza era tanta que nem imaginas, e quando a stora leu aquele papel eu chorei e parecia que não tinha fim (o meu choro), ver-te ir embora é duro, nunca pensei que uma pessoa que conheci à tão pouco tempo me fizesse tanta falta como tu fazes!
Adoro-te irmã e nunca me vou esqueçer de ti, tu vais estar sempre no meu coração por mais longe que estejas tu vais estar sempre presente!
Só espero que o tempo que estiveres longe seja bom para ti e que quando voltares venhas ter connosco para matarmos as saudades! Nada vai ser como era dantes, senti muita coisa não vai fazer sentido!
Mandei-te aquela mensagem mas preferia tê-lo dito cara a cara, tudo vai mudar quando começar o próximo ano, as saudades, as ausências, as brincadeiras, as ''fails'', as tolices que fazíamos, as gargalhadas que dávamos, aqueles nossos pensamentos que só nós sabíamos, tanta coisa vai mudar e queria que estivesses cá para metade da mudança não se realizar!
Sinto a tua falta!
Foste-te embora no dia 5 de Julho sem que nós nos pudéssemos despedir, aquela sexta-feira foi muito dura para toda a gente, sem queres provocas-te um pequeno vazio em cada pessoa daquela turma e até aos professores!
Será que algum dia voltaremos a estar juntas? Será que algum dia voltaremos a ter os nossos momentos? Será que.....?

Não somos irmãs de sangue,
mas somos irmãs de coração
e isso vale muito para mim!! 

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Entrei pela escuridão e vi uma pequena luz


Entrei pela escuridão e vi uma luz, continuei a andar e ela foi aumentando de tamanho e de intensidade, quando cheguei perto dela vi um vulto a andar de um lado para o outro, muito impaciente , tive medo é certo mas não fugi... permaneci, vi uma coisa que nunca tivera visto antes, foi quando essa luz ''explodiu'' e iluminou tudo à minha volta até mesmo o vulto que estava atrás de mim, e que parecia proteger-me, vi os braços dele à minha volta e quando percebi que eras tu senti-me segura por muito estranho que pareça e quer acredites ou não eu senti qualquer coisa dentro de mim e essa coisa dizia:
Vai, atira-te que ele te protegerá.
E assim o fiz e tu protegeste-me até não poderes mais. Olhei-te nos olhos e perguntei porquê? E tu disseste porque gosto muito de ti e faço de tudo para não te perder, nunca percebeste que eu existia mas agora que sabes que existo vou estar perto de ti para não te deixar cair e para não te perder.
Eu fiquei tão corada que nem sabia o que fazer, se havia de falar ou ficar calada, se havia de te abraçar ou permanecer no lugar. Foi então que corri para os teus braços e te dei um abraço tão apertado e um valente beijo, é claro, que no fim voltei a corar mas desta vez de vergonha e pedi tantas vezes desculpa que nem sei.  E tu disseste não faz mal sabes que eu gosto de ti por isso não há problema, em seguida começamos a conversar e no final da nossa longa conversa perguntas-te se podias fazer-me uma pergunta e eu disse claro, e tu:
Então cá vai a pergunta, queres ser minha namorada? E eu sem perder tempo disse que sim.
No fim de tudo, caminhamos de volta e à medida que íamos andando a luz ia-se apagando até que se apagou de vez e nunca mais a vi acesa.
Bem, costuma-se dizer que quando a luz se apaga, neste caso, o amor também se apaga e acaba, mas no nosso caso a luz apagou-se mas o nosso amor permaneceu até ao resto das nossas vidas.

sábado, 9 de junho de 2012

Neste momento estou a ouvir.....

Neste momento estou a ouvir a minha banda favorita, quer dizer passou a ser só minha depois de tudo o que aconteceu, sim porque era nossa! Ouvia-mos os Linkin Park dia e noite, a toda a hora sem parar.
Tentei que voltasses para mim, tentei que voltasse a dar certo tentei mais uma vez, mas....mas errei, errei redondamente, nada voltou!
Cada vez que os ouço lembro-me dos nossos momentos de como tudo era bom, bonito, maravilhoso, formidável, não há palavras para descrever o que era, era tudo.
Todos os dias que ouço, nem que seja uma simples música deles faz-me lembrar de ti!
Gostava que tivesse dado certo, que tu não tivesses feito isso.... mas fizeste-o e não te voltei a perdoar como da primeira vez, não fui burra duas vezes, quer dizer dei-te a oportunidade que tu desperdiças-te e que no final vieste ter comigo a dizer que estavas arrependido de tudo como a primeira vez, mas eu não caí da segunda vez!
Tentaste de tudo, mas foi inutil foi aí que percebeste o que eu sentia, foi aí que percebeste como eu me senti da primeira vez, viste o que é fazer de tudo para que resultasse mais uma vez e a outra pessoa nem sequer ligar para aquilo que fazes, o sentimento é muito mau e dói!
Apesar de ainda gostar de ti, não te dou outra oportunidade, não quero voltar a sofrer!
Apesar de me lembrar dos nossos momentos quando passo por certo lugares, por certos café, por aquele parque que está mesmo no meio da cidade e que passávamos lá horas e horas sem nos cansarmos um do outro nem do local onde estavamos.
Desde à uns tempos para cá tenho sentido mais a tua falta, não sei bem porquê e cada vez que me lembro de ti, dos nossos momentos começo a chorar sem conseguir parar! E quando te vi naquele dia, sozinho, a ouvir música, a olhar pela janela do café deu-me uma vontade enorme de ir ter contigo, podia estar com as minhas amigas mas se saísses daquele café em direção a mim, não sei como seria, não sei como seria a minha reação a tal coisa porque estava a precisar de estar com alguém que me conhecesse melhor que ninguém e que bastasse olhar para os meus olhos para perceber o que se passava comigo. Mas não, ficaste lá sentado a olhar para mim, e eu passei como se nada fosse para não me chatearem a cabeça, embora tenha passado a correr para que percebessem que estavas ali não consegui aguentar as minhas lágrimas e desatei a chorar, sem conseguir parar!
Apesar de agora estar a ouvir os Linkin Park, não estou a chorar, sim, lembro-me de ti e dos nossos momentos mas já consigo não chorar quando me lembro, fico triste sim, mas não choro!

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Coração de manteiga.........

Dizem que tenho coração de manteiga, que não devia fazer aquilo que ando sempre a fazê-lo, dizem tanta coisa que fico confusa....
Mas eu sou assim não sou capaz de deixar alguém para trás, ajudo-a a superar os seus problemas e não espero que ela retribua!! E claro, nunca retribuem....
Gostava de perceber porque é que as pessoas nunca conseguem ver aquilo que fazemos por elas, que por gostarmos demasiado delas é que fazemos as coisas e, quando nos toca a nós, quando somos nós a ter os nossos problemas pensamos que elas vão fazer o mesmo por nós, mas não, isso raramente acontece! É nessas alturas que percebemos quem são os nossos verdadeiros amigos, muitas vezes são as pessoas que menos esperamos. É a partir desse dia que começamos a preocuparmos-nos mais com elas e deixamos os outros para trás, sem quê nem porquê.

Depois ainda vem com a lata de perguntar o porquê de já não estarmos mais com elas, de já não sermos a mesma pessoa para ela, acusa-me de ter mudado, até posso ter mudado mas em parte a razão dessa mudança é dela, ela é que fez com que eu mudasse a minha atitude para com ela.
Será que algum dia vais perceber aquilo que eu fiz por ti? Será que vais dar-lhe valor? E, será que vais fazer o mesmo? Não por mim mas por outra pessoa, por aquela que neste momento é a tua amiga e que está a fazer isso por ti, retribuo-lhe!


terça-feira, 22 de maio de 2012

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Mais um dia sem ti

Mais um dia que não te vejo, mais um dia que vou ter saudades, mais um dia que não te vou puder sentir, mais um dia que não te vou puder ouvir, puder ouvir tudo o que tens para me dizeres, mais um dia... simplesmente mais um dia!
Quando eu te poder sentir, poder ouvir, poder falar contigo mas principalmente sentir-te vai voltar a ser o melhor dia de sempre. Tenho tantas saudades dos nossos momentos que tu nem sabes, sinto tanto a tua falta que tu nem imaginas.... sinto a tua falta e nem sei se vais voltar.
Eu preciso de ti neste momento, preciso muito de ti.... passo o dia triste a pensar como seria se estivesses ali comigo, e muitas vezes até começam as lágrimas a correrem pelo meu rosto e pergunto-me se voltas para puder voltar a sorrir.
Telefonas mas não é a mesma coisa, fico feliz por telefonares, por ouvir a tua voz mas por dentro o meu coração chora e aperta cada vez mais só de sentir que és tu que ligas, eu sinto que tu também estás triste com a ausência, separação chama-lhe o que quiseres.... tudo isto só acontece por estarmos longe um do outro.
Não quero mais telefonemas!!!
Quero que voltes depressa. Quero abraçar-te, sentir-te, ouvir o que me tens a dizer, quero tudo de volta, os nossos momentos, tudo..... mas acima de tudo quero-te a ti! Quero-te a meu lado nos momentos que mais preciso e este é um deles, volta por favor, volta, não aguento estar mais longe de ti!

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Quero....

Hoje acordei e olhei pela janela, à espera que aparecesses... mas nada, mais um dia sem ti. Mais um triste, sem sol, sem sorrisos, sem nada. Eu quero que tu voltes o mais depressa possivel, que voltemos a estar juntos.
Quando voltares quero que fiques comigo para sempre, quero poder abraçar-te sem que ninguem nos critique, quero poder dar-te um beijo sem que ninguem nos censure ou nos diga para irmos embora dali só para não verem aquilo, quero... quero tanta coisa que é dificil de escrever tudo, quero tanto estar contigo quero....
Quando é que voltas?
Quando é que vou poder estar contigo de novo?
Quando????
Olhei hoje, olhei ontem e vou olhar amanhã pela janela para ver quando é que vais voltar.
Tenho tantas saudades tuas, nossas, saudades dos nossos momentos. Sabes sempre quando estou triste, em baixo, sabe-lo pela minha voz, sabe-lo quando falo contigo por telefone mas eu não queria que o soubesses pelo telefone queria que o soubesses cara a cara. Sabes, não queria que isto tivesse acontecido, eu quero mudar a minha tristeza para alegria, quero deixar de ter saudades.
Amo-te e nada mais me inporta.
Eu quero voltar a ser feliz, quero voltar a estar contigo, quero tudo de volta.
Eu sei que estas longe e que tambem tens saudades minhas e que tambem queres voltar o mais depressa possivel para não voltares a ter saudades e para voltar a ser tudo como era dantes.
Eu sei disso!!!

Pergunto-me todos os dias

Pergunto-me todos os dias se valeu a pena mais um esforço, mais um dia?
Séra que algum dia vais perceber ou melhor, entender o esforço que faço?
Será que algum dia me vais dar valor?
Será que algum dia vais dar valor aquilo que faço por ti hoje, ontem e farei amanhã?
Tantas perguntas, tantas dúvidas e nanhuma tem resposta. Secalhar até tem mas nao queres responder. Tens novas amizades, dizes uma coisa e depois fazes outra... não te percebo.
Estou triste, choro porque faço essas perguntas todos os dias e tento arranjar uma resposta mas não consigo, choro por te ver assim igual a elas e sem perceberes isso, dei-te o meu exemplo e tu ignoras-te, fazes de conta que não é nada contigo... estou cansada porque tu só te lembras que eu existo quando estás mal, e entras no meu coração, destróis e depois sais como se nada fosse contigo. E depois torna-se um ciclo vicioso e sabes porquê? Porque eu não consigo deixar de me preocupar contigo! E depois quem sofre sou eu, não é mais ninguem só eu! Como está a acontecer neste preciso momento, está a chorar e eu fui ter contigo para poderes falar e tu ignoraste e mandaste-me embora, mandaste a chata embora, parece que a conversa que tivemos ontem não valeu de nada, mas enfim.... Podes fazer o que quiseres, como já te disse podes mandar-me embora da tua vida, mas eu não vou deixar de me preocupar contigo!!!


segunda-feira, 30 de abril de 2012

Dizes que tens saudades minhas

Dizes que tens saudades minhas, que sentes a minha falta, pedes desculpa por coisas que fui eu que tive culpa. Mas quanda tento fazer alguma coisa para podermos estar mais tempo juntas, tu vais-te embora com a tua melhor amiga e é como se eu não existisse.
Eu também tenho saudades tuas, saudades de tudo o que faziamos mas, clar, não posso voltar a estar contigo, tu estás com ela todos os dias, a toda a hora, a todo o minuto e quando te digo que preciso da falar contigo tu ignoras e vais embora.
Eu preciso de ti.
Não é dizeres que vais lá estar, mesmo que não estejas longe, mas eu não quero que estejas lá longe, quero que estejas cá.
Às vezes pergunto-me se vale ou valeu o meu esforço por todo este tempo.
Em tempos tive medo de arriscar, mas depois arrisquei e tu foste embora. Podes dizer que não foste, mas acredita, que foste, tu deixaste e esqueçeste as outras pessoas, esqueceste quem se interessou por ti, quem quis ser tua amiga logo nos primeiros dias, esqueceste isso tudo. E agora és melhor amiga de uma pessoa que só se interresou por ti, muito mais tarde. Nem acredito! É certo que também tivemos as nossas desavensas mas por mais que nós nos chateassemos eu continuava a gostar de ti, como vou gostar sempre.
Eu estou cansada de tudo, farta de tudo, não aguento mais, mas faço um esforço para parecer que está tudo bem, que não tenho problemas!
Estou aqui para te ajudar em tudo o que precisas, mas tu preferes ir.
Chorei, chorei por tua causa, não consegui conter mais as minhas lágrimas, tal e qual como agora, tenho tanta vontade de chorar que nem imaginas.
Não Aguento Mais!!!!!!


Desculpem mas este devia de estar antes do ''Quando olho para
trás vejo.....'', eles são parecidos, desculpem

Quando olho para trás vejo........

Olho para trás e vejo todos os nossos momentos, tudo o que fizemos juntas, mesmo tudo... rir-mos juntas (rir à gargalhada), horas de almoço passadas como ninguém, acredita tudo. E agora quado olho sinto saudades, sinto falta, sinto tristeza... tento rir mas é impossivel, só me dá vontade de chorar, não sabes a dor que sinto. Todos os dias que acordo e que te vejo faz-me lembrar ainda mais, faz-me lembrar mais da falta que sinto tua, sei que nada disso vai voltar, sei que te perdi para sempre, sei que cometi erros atrás de erros, mas dizem que com os erros aprendemos, eu, no meu caso, acho que não aprendi e sabes porquê? Porque tu também erraste comigo e eu perdoei, esqueçi que aquilo tinha acontecido ou fiz que esqueçi para não voltar a acontecer, perdoei-te sempre mesmo que tu penses que não, mas perdoei.
Choro todos os dias, e tu nem te preocupas, tens a tua melhor amiga e nem ligas às pessoas que te fizeram feliz, deixaste tudo para trás, ela nunca se preocupou contigo, ela à um ano atrás nem sequer sabia que tu existias, fui eu que meti conversa contigo, fui eu que me preocupei contigo quando mais ninguem se preocupou e continuo a  preocupar, mesmo que não pareça!
Será que algum dia vou voltar a estar contigo como dantes, acho que não, só te interessa sair, divertir e quando falas comigo é só para perguntares se estou chateada contigo é a unica coisa que te preocupa, se estou chateada contigo!
Sempre te ajudei, sempre fiz os possiveis e os impossiveis para te ver feliz, sempre e agora.... agora choro, choro por tua causa, choro porque não fui capaz!
Tive medo de te perder, fiz o que estava ao meu alcançe para não te perder, mas pelos vistos não signifiquei nada para ti, fui só uma simples amiga, uma simples entrada para te apoximares das outras e me deixares para trás.
Eu podia dizer que não me preocupo mas preocupo-me sempre contigo, deixo as minhas coisas para trás para saber o que se passa contigo e tu simplesmente me ignoras. Cansei de dar segundas oportunidades, estou farta e cansada, não aguento mais!



sexta-feira, 20 de abril de 2012

Eu não gostava de dizer que não me preocupo, mas é o contrário, eu preocupo-me.

Eu não gostava de dizer que não me preocupo, mas é o contrário, eu preocupo-me. Não gosto de ter ver assim, ponho as minhas coisas de para trás (os meus problems) e tu, tu dás-me para trás, dizes que passa, choras pergunto-te ou peço-te para falares, para dizeres o que estás a sentir e tu, desprezas-me e falas com outras pessoas, e eu fico do tipo, então mas eu tento-te ajudar, e tu vais embora. Não gosto de te ver assim, não sei o que fazer, não sei como ajudar e deixo de lado as minhas coisas, só para te puder ajudar. Eu também tenho problemas, não sei como resolver os meus mas tento ajudar a resolver os teus. Também preciso de ajuda, mas não peço porque venho com um sorriso e tento esquecê-los para poder ser feliz.
E quando te vejo assim, mais para o fundo os meus problemas vão.
Estou nos meus limites com os meus problemas, mas tento esquecê-los por umas horas para poder sorrir. E tu sabes perfeitamente que faço os possiveis para te ver sorrir e querer-te bem, faço mesmo os possiveis.
Tento ser uma pessoa normal para estar do teu lado, tento ser mais forte para te poder ouvir, tento ser mais alta para conseguir sentir o que sentes. Tento estar do teu lado porque sei que precisas masi de mim do que eu própria. Desabafa comigo porque disponibilizei todo o meu tempo para te apoiar, deixei o passado para estar contigo no presente e estarei contigo sempre para melhorar o teu futuro.

domingo, 15 de abril de 2012

Lembraças dos nossos momentos

Passei por um campo e lembrei-me dos nossos momentos, do tempo em que iamos para lá e nos deitávamos a olhar para o céu e tu me abraçavas! Lembrei-me de te ter dito que ficaria ali contigo para sempre e que nada nem ninguém nos ia separar nem levar dali, mas... isso acabou por acontecer, não ficaste e alguém não gostava de nos ver juntos que fez de tudo para nos separar e, claro, separou e levou-te com ela!
Quando olho para o nosso lugar preferido não consigo olhar muito tempo e passo por ele a correr para não me lembrar! Mas por vezes não resisto a entrar e cada vez que entro encontro-te lá e volto a sair!
Durante muito tempo esperei que voltasses para mim, e que dissesses que nunca mais voltavas a ir embora, mas isso nunca aconteceu.
Choro cada vez que te vejo, apesar de ter seguido em frente com a minha vida, choro por mim e pelos momentos que passámos! Choro por te querer de volta e não poder! Dizem que choro por tudo e por nada, mas eu não sou capaz de evitar, amo-te demasiado para esquecer os nossos momentos, tu até podes já ter esquecido mas eu não e lembro-me deles a cada segundo que passa!
Amo-te e nunca esquecerei os nossos momentos!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Não sei o que fazer.... preciso de ajuda

Gostava de poder sorrir, sem que esse sorriso fosse só de fachada... sorriu para não preocupar ninguém, não consigo sorrir da mesma forma que dantes!
Estou farta de sofrer e de disfarçar o que sinto, não sei o que fazer! Preciso de ajuda e não posso falar com ninguém porque começam a criticar... ainda hoje falei com uma colega e disse o que sentia e o que achava que se andava a passar e depois ela foi contar tudo à sua nova melhor amiga, e eu começei a chorar e não conseguia falar, todos perguntavam o que se passava e eu não consegui falar, só via as minhas lágrimas a correr pelo rosto e...
Voltei a falar sobre o assunto com outra pessoa e ela não compreendeu!! Não sei se falo ou se guardo para mim o que ando a sentir, porque se falo reclamam porque falam se não falo reclamam porque não falo!
Preciso de falar com alguem, desabafar... preciso de um amigo que possa ouvir e não criticar ou ouvir e que compreenda o que eu sinto! Preciso de um abraço, que me limpe as lágrimas que correm pelo rosto e que não consigo fazer parar, mas de um abraço bem forte que eu possa sentir e que dure, não uns daqueles abraços rápidos!






Desculpa ser assim, por ser um desabafo, mas precisava de dizer o que sinto!
Desculpem e adoro-vos!!!

sexta-feira, 30 de março de 2012

Gostava de te poder ajudar

Gostava de te poder ajudar neste momento, mas não sei o que fazer. Choras quando estas comigo, quando falas das tuas incertezas, inseguranças e eu não sei o que fazer.
Vejo as tuas lágrimas a correrem pelo teu lindo e bonito rosto que não sei como pará-las. Gostava de saber como.
Tu és muito especial na minha vida, já me ajudaste imenso nos momentos em que mais precisei e apesar de agora ser o momento de retribuir toda essa tua ajuda não sei como fazê-lo. Gostava de voltar a ver um de muitos sorrisos lindos que tens, mas tem-se tornado cada vez mais difícil de vê-los.
Gostava tanto, a sério que gostava.




Foste-te embora....

Foste-te embora sem deixares rasto. Procurei-te por todo o lado, mesmo todo e não te encontrei. Fiquei preocupada. Não deste noticias, não dizias nada e eu preocupada voltei a tentar. Voltei a tentar a ver se te encontrava, mas nada....as minhas esperanças de te voltar a ver foram por água abaixo.
Até que um dia quando eu pensava que não voltava a ver-te ou a ouvir a tua voz, tu apareces. Quando te vi fiquei paralisada porque pensava que nunca mais te voltava a ver e tu vieste ter comigo, abraçaste-me e pediste desculpa por teres ido embora sem dizer nada e por não por não teres dito nada mais cedo, e que precisavas de um tempo para pensar e que por isso te tinhas ido embora e depois voltaste a pedir desculpa. Eu perdoei porque o que eu mais queria era ter-te a meu lado. Mas depois ouviste o que tinha a dizer, que se precisavas de tempo para pensar, era só dizer que eu tinha-me afastado e tu tinhas tido esse tempo, que não teria sido necessário ires embora, sem dizer nada. eu tinha-te dado o tempo que precisavas e se realmente me amas tinhas falado nisso e eu teria compreendido. Mas ao que parece não.
Sabes, odeio quando fazem isso, odeio mesmo. Mas a escolha foi tua, por isso.... Embora tenhas ido embora por pouco tempo para mim pareceu uma eternidade. Gosto demasiado de ti para te perder, nem quero imaginar se isso algum dia acontecer, não sei o que vou fazer sem ti, perder-te é a pior coisa que me pode acontecer.
Eu continuo a perguntar-me todos os dias o porquê de teres ido embora, e quando te pergunto tu desvias a conversa e nem sequer tentas responder. Pergunto se foi por minha causa e tu não respondes. Por isso não sei o que fazer, se devo ficar ou ir embora, se sou suficientemente importante para ti, se continuas a amar-me como dantes.
Desculpa todas as minhas perguntas e dúvidas mas não consigo encontrar resposta para elas... desculpa tanta incerteza, tanta dúvida.
Desculpa a sério, se tivesses dito alguma coisa sobre o assunto seria tudo mais fácil.



terça-feira, 27 de março de 2012

Gostava de perceber porquê?

Gostava de perceber porque é que as pessoas fazem isto, a sério que gostava.
Será que vão aprender algum dia? ou Iram ficar assim para sempre? Eu sei que há coisas que nunca mudam uma delas é o sentimento
Mas não é disso que eu quero falar contigo, o que eu quero falar é sobre o porquê de tanta mentira e desconfiança.
Porque é que mentes dessa maneira? Porque é que o fazes? Enquanto eu sou verdadeira contigo, enquanto eu confio os meus sentimentos a ti, tu.....tu mentes-me. Tu mentes em relação aos teus sentimentos, ao que realmente sentes dentro de ti, no teu coração.
Eu nunca te menti e tu, fogo, é todos os dias....todos os dias me desiludes mais, não percebo, juro que não percebo. Eu pergunto-te se me estás a mentir e tu dizes que não, eu pergunto a outra pessoa que sei que não mente e descubro que voltaste a mentir, mas como sempre não sou capaz de te dizer as coisas e guardo para mim.
Eu preocupo-me contigo, por mais mentiras que digas eu vou continuar a preocupar-me contigo.
Eu afastei-me de certas pessoas, que eram e sempre serão importantes para mim, afastei-me por tua causa, por não te conseguir ver sozinha. Metias-me pena, tipo ali uma amiga, uma colega, e eu, eu aqui, e elas diziam não vás lá ter com ela embora ouvisse isto muitas vezes eu acabei por deixar tudo. Deixei para trás pessoas que eu não queria, por tua causa e tu, tu voltas-te a mentir, voltas-te a desiludir-me....não sei o que fazer, é que não sei mesmo.
Perdoar-te não é solução, porque se voltar a fazer vou ter mais desilusões, vou voltar a ter mais mentiras, juro-te que não sei o que fazer.
E posso ser chata, mas vou voltar a dizer perdi pessoas importantes na minha vida que não vão voltar, nunca mais vão voltar.
Agora pergunto:
Valeu a pena? Valeu a pena todo o meu esforço? Valeu a pena tentar mudar-te? Deixares de ser mentirosa? Algum dia vais consegui deixar?
Não é com promessas que vais lá, tens de ser tu a querer que isso aconteça....mas quando isso acontecer, quando o deixares de ser, vai ser tarde demais, acredita. Porque nessa altura nem eu, nem ninguém vais estar lá para ver porque não se vai saber se é verdade ou mentira, se realmente conseguiste deixar de o ser, porque não vão acreditar.
Desculpa.
Desculpa, posso ter feito o que fiz mas foi para o teu bem, nunca para o teu mal, tu não devias ter feito o que fizeste, devias ter sido sincera com as pessoas que eram importantes para ti, para que queria o melhor para ti. Posso ter perdido uma amiga mas fiz o que me competia, desculpa, podes nunca mais falar para mim mas o que é que importa.
Já perdi muita gente mais uma, qual é a diferença.
Até posso te ter perdido mas vais estar sempre no meu coração!

Adoro-te <3
Estarás sempre no meu coração!!!!

Voltei a escrever-te

Voltei a escrever-te. Não sei o que se passa contigo, não respondes e quando o fazes és agressivo, gostava de saber o porquê. Mas não sei porque quando te pergunto tu dizes nada e respondes mal, tu não dizes se foi alguma coisa que tenha feito.
Bem, segundo certas pessoas, eu não sei nada e no que diz respeito a ti, eu nunca sei nada e quando sei já vou tarde.
A sério amor, gostava mesmo de saber o porquê de tanta agressividade, diz-me, porque embora possa estar longe posso ajudar-te. Por favor atende os meus telefonemas, responde às minhas mensagens, por favor diz qualquer coisa.
Sabes, choro todos os dias, tu dizes para eu te deixar, mas eu não consigo, tu és demasiado importante para mim para te deixar de um momento para o outro, por mais que peças eu não consigo, não mesmo. Choro todos os dias, à noite, sem ninguem saber. Choro porque não sei o que fazer, choro pela tua ausência, choro por tudo e por nada. Podes dizer o que quiseres de mim porque vai ser a maior mentira do mundo. Já vieram falar comigo sobre coisas que eu nunca disse mas graçasa ti já perdi muita gente, esta é uma das razões pela qual eu choro, pela qual eu me vou abaixo. Apesar de saber que me deixas-te para sempre eu nunca te vou deixar e vou sempre preocupar-me contigo por mais longe que estejas.
Eu conto-te chorei quando te foste embora, chorei dias e dias... e agora és estúpido, parvo, tudo e mais alguma coisa comigo e pedes-me para te deixar e eu volto a chorar dias e dias porque não sou capaz. És demasiado importante para te deixar ir assim sem mais nem menos.
Eu vou continuar a amar-te, a preocupar-me contigo e tudo o resto. Podes nunca mais voltar mas eu estarei aqui á tua espera, esperarei por ti o tempo que for preciso. Até tu voltes e digas:
"Foi um erro em te ter deixado, sem ti a minha vida não faz sentido, não sou capaz de viver sem ti" e eu iria dizer:
"Ainda bem que voltaste, mas eu segui a minha vida sem ti, por estranho qu epareça consegui seguir em frente sem ti....voltei a sorrir sem que tu estivesses aqui, portanto agora sou eu que digo, podes voltar para o sitio de onde vieste porque e sou feliz sem ti." E ainda acrescentava "encontrei pessoas que me fazem feliz, e alguem que nunca me vai deixar como tu o fizeste, e quilo que fizeste foi muito mau. Eu perdi tudo por tua causa. Perdi os meus amigos, afastei-me de tudo e todos, por tua causa. E agora que voltei a sorri, a divertir-me tu decides voltar pois se com as outras funcionou comigo não. Pedires desculpa e pensares que está tudo bem, não. Eu posso ter sido assim em tempos mas neste momento chega de ser essa rapariga. Há e como tu me diseste deixa-me em paz, eu digo o mesmo, esquece-me de vez."
Fui-me embra e nem sabia o que tinha acabado de acontecer, só mais tarde é que cai em mim e percebi que tinha conseguido mandar embora uma pessoa que em tempos tinha sido como um irmão para mim. Espero que tenhas percebido em minutos o que eu durante muito tempo levei a perceber. O que eu senti, o que sofri...tudo, mesmo tudo.
Espero que tenhas percebido porque eu não volto a dizer-lo, cansei de repetir coisas e coisas vezes sem conta e entravam a 100 e saiam a 200.
Só espero que sejas feliz, e que quando encontrares alguem que te faça feliz, aproveita errar duas vezes no mesmo erro é demais e cansa.




Desculpem se o texto estiver confuso, mas era o que sentia quando o escrevi.
Adoro-vos